Juros Simples

Escrito por : <b>Hirbis Girolli</b>

Escrito por : Hirbis Girolli

Você já deve ter ouvido falar sobre os juros simples – especialmente, em comparação aos famosos juros compostos

Apesar de não serem tão comuns quanto a outra forma de capitalização, eles também são bastante utilizados.

Por isso, é importante que você entenda como os juros simples são calculados e de que forma você pode se beneficiar com eles. 

Neste conteúdo, apresentamos todas as principais informações sobre a capitalização simples. 

Siga acompanhando!

E não deixe de ver: no final do texto, sempre respondemos algumas das perguntas mais importantes sobre cada termo do Dicionário Finantor.

O que são juros simples?

Juros são uma maneira de capitalização sobre um investimento ou dívida, por exemplo, como um contrato de empréstimo bancário ou financiamento (veicular, habitacional, empresarial, etc.).

Em outras palavras, é através deles que o valor do contrato é corrigido.

Em um investimento, essa correção pode beneficiar quem faz a aplicação e vê seu dinheiro render mais.

Já em uma operação de crédito, a correção acaba elevando o valor a ser devolvido pelo devedor ao credor.

Por este modelo simples, diferente do composto, os juros são calculados apenas sobre o capital inicialmente aplicado.

Quer ver como é fácil de entender? Vamos a um exemplo, então.

Pensa que uma pessoa fez uma aplicação financeira de R$ 1.000 a uma taxa de juros de 1% ao mês. O investidor pretende deixar o dinheiro aplicado por 2 anos.

Na capitalização simples, se for o caso, os juros serão calculados sempre e apenas sobre o capital inicial – neste caso, os R$ 1.000 investidos.

No primeiro mês, o investimento renderá R$ 10 ao investidor. No segundo, mais R$ 10. No terceiro mês, outros R$ 10 e, assim, sucessivamente até o fim dos 2 anos.

Ou seja, os rendimentos gerados pela capitalização simples serão sempre os mesmos – dadas as mesmas condições – porque o cálculo é feito sobre a primeira aplicação de dinheiro.

É diferente do modelo de juros compostos, pelo qual o rendimento seria de 1% sobre os 1.000 e sobre os R$ 10 do mês anterior.

Como funcionam os juros simples

Como você viu, a capitalização simples é o cálculo dos juros sobre o capital inicial. 

Então, ela faz o dinheiro trabalhar com base na primeira aplicação financeira ou crédito contratado.

A conta pode ser realizada tanto para aumentar o rendimento sobre um investimento, como também é usada em dívidas.

Reproduzindo o exemplo que demos acima, se uma pessoa está devendo R$ 1.000 a um banco ou outra instituição financeira, com juros de 1% ao mês, ela estará devendo mais R$ 10 a cada mês.

Dúvidas importantes sobre juros simples

Tem alguma dúvida ou quer conhecer outros detalhes sobre a capitalização simples? 

Então, confira estas perguntas e respostas sobre os juros simples.

Qual é a fórmula dos juros simples?

A fórmula para se encontrar os juros simples é 

J = Pv . i . n

Sendo:

  • J = juros
  • Pv = Presente Valor (o capital inicial)
  • i = taxa de juros
  • n = período de tempo.

Como aplicar os juros simples?

Aplicando a fórmula de capitalização simples, veja estes exemplos:

  • Um investidor que aplica R$ 15.000 à taxa de juros de 2% ao ano por 15 anos, receberá R$ 9.500 como remuneração
  • Uma pessoa que tenha dívida de R$ 3.500, à taxa de 5% ao mês, pagará R$ 1.000 sobre o saldo devedor ao final de 6 meses
  • Para receber R$ 6.500 em juros em 10 anos, um investidor deverá aplicar R$ 10.000 em ativo com remuneração de 6,5% ao ano.

Apesar desses exemplos, vale o alerta: você dificilmente vai encontrar um investimento ou mesmo empréstimo que seja corrigido por juros simples.

Na imensa maioria dos casos, são os juros compostos que entram em ação.

Qual a diferença entre juros simples e juros compostos?

Vimos que a capitalização simples é aquela em que o rendimento é calculado sobre o capital inicial. 

Já os juros compostos são calculados sobre o capital inicial e, também, sobre os juros já acumulados.

Tenha essa regra em mente e não se perca nas contas.

Se você gostou do conteúdo, continue a descobrir mais sobre os principais termos do universo financeiro pesquisando no Dicionário Finantor.

Entender esses termos permite que você cuide melhor do seu planejamento financeiro. E com planejamento financeiro, a vida fica mais fácil.

Hirbis Girolli

Hirbis Girolli

Fundador da Plataforma Finantor

Comentários

    Artigos Relacionados