Circuit breaker

Escrito por : <b>Hirbis Girolli</b>

Escrito por : Hirbis Girolli

Para investir na bolsa de valores, é fundamental conhecer o que é e como funciona o circuit breaker.

Ainda que seja um mecanismo pouco acionado, quando isso acontece, ele exerce um papel imprescindível, pois ajuda a proteger os seus investimentos e o mercado financeiro de maneira geral.

Aplicar dinheiro em ações é algo que exige todo o tipo de cuidado, principalmente no que diz respeito a conhecimento e informação.

Então leia até o fim para saber mais sobre o circuit breaker.

E não perca: no final do texto, sempre respondemos algumas das perguntas mais importantes sobre cada termo do Dicionário Finantor.

O que é circuit breaker?

Circuit breaker é um mecanismo que paralisa as operações na bolsa de valores quando algum evento muito sério acontece no mercado e faz o índice despencar.

Ele é acionado quando a queda no preço das ações é generalizada e não pontual. Ou seja, envolve não apenas uma, mas várias das principais companhias listadas na bolsa.

O circuit breaker foi criado em 22 de outubro de 1987 nos Estados Unidos, quando o índice Dow Jones caiu mais de 20% em um único dia, configurando a maior queda diária da história e causando um colapso no mercado financeiro local.

O episódio, que ficou conhecido como Black Monday, serviu de alerta e, para evitar novos crashes, o mecanismo foi desenvolvido.

Como funciona o circuit breaker

Na prática, o circuit breaker funciona como uma espécie de disjuntor de luz – aliás, essa é a sua tradução livre para a língua portuguesa.

Qual é o propósito principal de um disjuntor? Garantir a segurança energética, evitando sobrecargas e curtos-circuitos.

O circuit breaker opera de maneira análoga, gerando a proteção necessária aos investimentos.

Como? Impedindo colapsos.

No Brasil, o mecanismo é inicialmente acionado quando o índice Ibovespa cai mais do que 10% em relação ao encerramento do mercado do dia anterior.

Diversos fatores podem levar a essa queda, como crises políticas, escândalos envolvendo empresas e pandemias globais – caso da Covid-19, por exemplo.

Então, frente a esses cenários, o circuit breaker suspende os negócios por um tempo determinado para que os investidores possam refletir durante essa interrupção e planejar os seus movimentos.

Dúvidas importantes sobre o circuit breaker

Mesmo depois de entender o que é e como funciona o circuit breaker, você pode ter dúvidas sobre o tema.

Por isso, separamos três perguntas frequentes e suas respostas.

Quais são os níveis de ativação do circuit breaker?

Cada bolsa tem o seu próprio protocolo de ativação do circuit breaker.

No Brasil, a B3 utiliza três níveis distintos:

O circuit breaker pode ser acionado a qualquer momento?

Mais uma vez, a resposta depende das regras de cada bolsa.

Mas não é possível ativar o circuit breaker faltando 30 minutos para o término do pregão, por exemplo.

Isso porque qualquer acontecimento fora do normal só terá impacto prático nos investimentos no dia seguinte.

O que o investidor deve fazer diante de um circuit breaker?

O trader deve evitar qualquer tipo de decisão precipitada.

Aproveite essa pausa para avaliar os impactos em seus investimentos em curto, médio e longo prazo.

Quando o mecanismo é acionado, as suas ordens de compra e venda automáticas são canceladas também.

Então, caso queira, de fato, desfazer-se dos seus ativos ou fazer novas aquisições, você terá que repetir as operações.

Assim como o circuit breaker, o objetivo da Finantor é fazer com que você se sinta mais seguro e confiante para fazer os seus investimentos e controlar as suas finanças. 

Se você gostou do conteúdo, continue a descobrir mais sobre os principais termos do universo financeiro pesquisando no Dicionário Finantor.

Entender esses termos permite que você cuide melhor do seu planejamento financeiro. E com planejamento financeiro, a vida fica mais fácil.

Hirbis Girolli

Hirbis Girolli

Fundador da Plataforma Finantor

Comentários

    Artigos Relacionados